>

15 outubro 2013

Sweet Memories!



  Às vezes, sou surpreendido com uma agradável  notícia!   Recentemente, uma amiga muito admirada na Blogosfera,  citou meu nome num comentário sobre um interessante assunto, que motivou este post.

Ponte Hercílio Luz - Florianópolis - SC - Brasil.



  Por muitos anos seguidos, quase sempre no final do ano ou no Carnaval, em companhia da minha esposa e filhos, viajávamos para Florianópolis, de onde, só depois de quinze dias, voltávamos para casa.  A cidade - Ilha da Magia - realmente faz jus ao título - pelos encantos e beleza de suas densas matas, suas serras imponentes, lagoas serenas,  praias e dunas deslumbrantes - e o mais importante: a cortesia com que seus habitantes, principalmente, os humildes  pescadores,  recebem  os visitantes!

  Lá se pratica todo tipo de esporte em qualquer época do ano.
  Mas é no Verão que a Ilha fica mais bonita e se ouvem sotaques de várias partes do país e do mundo!

Mirante da Lagoa da Conceição.
   Como praticantes de esportes radicais,  meus filhos com suas pranchas de surf  e eu com minhas asas e trike,  embarcados com frequência em dois carros, aproveitávamos cada minuto das nossas férias: voando, surfando, pescando, ou - nos dias de chuva - passeando pelas 42 magníficas praias da Ilha!

Barra da Lagoa
  Nos hospedávamos em pousadas de pescadores, por isso,  fizemos muitos amigos na Barra da Lagoa.  Em companhia de colegas voadores de lá, voávamos  no  morro do mirante da Lagoa da Conceição e no morro da Praia Mole. 


Praia Mole.
    Quando o voo era de trike, um campo na Praia do Campeche servia de base para nossas operações de pousos e decolagens seguras, de onde meu amigo Almir Junior - residente na Ilha - e eu,  partíamos para sobrevoar fantásticas paisagens!

Campeche.

 
    Música sugestiva


 
    Hoje, depois de quase vinte anos - relembrando momentos que ficaram para sempre registrados na memória - descobri que lá no Campeche,  relevantes e inesquecíveis fragmentos do passado,  estão sendo agora resgatados:

   Trechos de O Acaso da História e a História do Acaso - A passagem dos pilotos da antiga Aéropostale pelo bairro do Campeche.

    ... A fim de tirar dos  escombros uma página da história de Florianópolis, partimos dessa reflexão.  Trata-se de retomar a passagem dos pilotos da antiga companhia de  correio  aéreo francesa,  a Aéropostale (anos 1920),  no Campeche.  O bairro abriga - e por tarefa do acaso - o antigo casarão onde pilotos e mecânicos faziam refeições e dormiam entre uma viagem e outra...
...Entre eles, estaria Antoine de Saint-Exupéry, cujo nome levou à corruptela local "Zeperri".  Um abrasileiramento ou pronúncia adaptada deixando no ar, de fato, uma presença ilustre que tiraria do prosaico - e definitivamente - a história do Campeche.  São, pois, os relatos esparsos, as citações breves que se inserem no contexto das narrativas sobre a Aéropostale e propiciam o entendimento da mítica passagem desse piloto de talento literário,  autor do Pequeno Príncipe.  O caprichoso acaso o fez passar pelo Campeche..."  
   Por  MÔNICA CRISTINA CORRÊA  (Doutora em língua e literatura francesa pela USP e representante da Succession Saint-Éxupery em Santa Catarina).


Casa dos pilotos que será transformada em memorial.
   A exposição permanente   "Espaço ZEPERRI",  na Pousada Zeperri,  bairro do Campeche, Florianópolis, foi aberta em 2007, com a presença da sobrinha-neta de Antoine - Hélène de Sèze.


      
  Publicado simultaneamente no blog  VITORNANI em 15/out/2013.
Comentários
2 Comentários

2 comentários :

  1. Vitornani,

    Uma experiencia deliciosa e inesquecivel.

    Eu costumo recordar, algumas vezes, de uma viagem que fiz para o sul da Bahia. Eu tinha 20 anos e estava acompanhada de uma amiga. Nos divertimos mais por causa de tudo que jamais aceitaríamos se soubessemos que seria daquele jeito! E ainda hoje, ao falarmos a respeito, rimos muito.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Eu também tenho muitas lembranças que ainda vou contar, quando fiz uma viagem de trinta dias até Natal-RN e voltei parando e voando de trike em cada capital. Em Porto Seguro acampei por uma semana! Maravilha! Beijos!

    ResponderExcluir

Seu comentário é o que torna especial esta postagem. Enriquece sobremaneira o conteúdo!
Lembrando Saint Éxupery:"Aqueles que passam por nós, não vão sós. Não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós".
Obrigado pela visita!
Abraços!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...